Rascunhos -

"Queria escrever algo que achasses lamechas mas que ao mesmo tempo quebrasse todas as tuas teorias, e te tocasse no fundo do coração. Queria acordar a meio da noite contigo a meu lado, e repetir pela milésima vez o grande sentimento que tenho por ti. Queria sussurrar tudo aquilo que transparece no meu olhar. Queria apenas que nesta noite, tudo fosse simples, sem estradas, sem aeroportos, sem a enorme distância que mora entre nós. Queria sentir pela primeira vez na minha mão a forma como o teu coração bate quando estamos juntos. Queria recordar todas as músicas e respectivas letras que me fazem lembrar de ti. Queria que me segurasses a mão, para por fim entender o porquê de ter chegado até aqui. Queria relembrar todos os momentos que vivemos, esquecer o passado, e não ter em constantemente na memória como será o nosso futuro.  Eu não quero jamais pertencer a um mundo onde tu não existes, porque para mim, tudo em ti é especial, e não importa mais aquilo que os outros pensam. Continuarei todas as noites a olhar para o céu, e contar todas as estrelas e astros, enquanto espero pela tua vinda. Não quero jamais utilizar a palavra "Adeus" ou "Até Nunca mais" contigo, ficaremos sempre pelo "Até logo" ou "Até Já". Fica do meu lado, porque eu sinto que juntos somos capazes de simplificar o mundo. Esta noite posso ficar sem chão, posso até cair, posso ficar sem ar ou água, já nada disso importa para mim. Apenas preciso de ti, nem que seja por uma noite, junto a mim. Deixa que todos esses quereres se tornem a mais real das realidades, e volta atrás, volta para mim."
With love

11 comentários:

  1. fui eu que escrevi minha linda *

    Isto é amor puro, P, bem compreendo o poder dessa letra. Desse nome.

    Vá, mantém uma esperança de que um dia vais mesmo acordar ao seu lado, vais desejar-lhe os bons dias mesmo sem abrir os olhos e vais sentir os seus lábios no teu pescoço num dia frio *

    ResponderEliminar
  2. apaguei o blog , peço que me adiciones : dspneto@hotmail.com

    ResponderEliminar
  3. eu ia agora mesmo se pudesse :b
    sim, eu sei, já tentei fazer isso tudo, mas não funciona. acho que tenho a cabeça a mil e a imaginação de férias.

    ResponderEliminar
  4. Eu também me acabo por habituar à dor e à sua ausência... É inevitável.

    ResponderEliminar
  5. - estou a seguir, segues-me também? $:

    ResponderEliminar
  6. eu sei que é um exagero fofinha !

    ResponderEliminar

«Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente!»

Obrigado pelo comentário*