Para onde vai?

"Mais uma vida jogada fora
Um coração que já não bate mais, descansa em paz.
Sonhos que vão embora antes da hora.
Sonhos que ficam para trás.

E agora?
A  casa sem ele vai ser um tédio.
A dor é do tamanho de um prédio.
Não tem remédio, não tem explicação, não tem volta."

(Os amigos não aceitam, os irmãos revoltam-se
A família não acredita no que aconteceu
Ninguém consegue entender porque o homem morreu.
Tiraram da gente um homem tão inocente
E a sua mãe que era crente hoje tem raiva de Deus
A sua filha ficou mais velha, mais séria e mais triste.
E a mulher simplesmente não resiste,
Além do seu marido, perdeu o amor pela vida.)

"Ninguém podia imaginar o seu destino
Mais uma vítima de um mundo violento,
Se Deus é justo, então quem fez o julgamento?

Realmente é impossível entender
Nenhuma resposta vai ser capaz de trazer de novo a paz
Nunca mais as suas vidas serão como antes
E eles olham o seu retrato na estante
Aquele brilho no olhar 
Agora não passam de uma lembrança
E a esperança de que ele esteja bem, seja onde for, 
Não diminuiu o vazio que ele deixou
É insuportável quando chega o seu aniversário
E as roupas no armário parecem esperar que ele volte de surpresa
Para ocupar o seu lugar vazio à mesa
A tristeza às vezes é tão forte
A tristeza às vezes é tão forte que é mais fácil fingir que não houve morte
Porque sempre que ele chega para matar as saudades 
Ele vem com aquela cara de felicidade 
Alegrando os sonhos e querendo dizer que a sua alma nunca vai envelhecer
E que sofrer não é a solução
É melhor manter acesa uma chama no coração
E a certeza na mente de que um dia se encontrarão novamente."


Gabriel o Pensador, "Pra onde vai?"
A letra não está completa,
Tentei adaptá-la à minha situação

1 comentário:

  1. Adorei o teu blog!
    Já estou a seguir c:
    Beijinhos Ludmilla
    http://all-of-my-lifee.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

«Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente!»

Obrigado pelo comentário*